HOME SOBRE CONTATO ANUNCIE


[Resenha] As Violetas de Março- Sarah Jio

Título: As Violetas de Março  
Autora: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
Ano: 2013
Classificação: 5/5 

Sinopse: Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.
Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.
As Violetas de Março é um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade.


Resenha: As Violetas de Março é um livro leve, cativante, doce que nos prende do início ao fim. Recheado de mistérios, minha expectativa em relação ao desfecho era bastante alta e, posso dizer, que foi alcançada.





O livro narra a história de Emily, uma escritora que tenta retomar sua vida após o divórcio. Para isso, ela aceita o convite de sua tia Bee de passar um mês em Bainbridge Island, uma ilha onde viveu ótimos momentos de sua infância. Mas, ela não podia imaginar que sua estadia lá não seria nenhum pouco tranquila. Reencontros e mistérios surgem desde a primeira semana e a jovem se vê perdida tentando desvendar o passado de sua família para entender seu presente e possível futuro.

Emily, a ilha tem toda uma maneira de chamar alguém de volta quando é hora. Venha para casa. Sinto saudades de você, querida. Com todo meu amor, Bee.

No meio a tantos mistérios, Emily encontra Greg, um namorado de infância que, incrivelmente continua bonito. Para mexer ainda mais com seus sentimentos, ela conhece Jack, um artista lindo, porém misterioso que não agrada em nada a tia Bee.

E então, de repente, braços me envolveram. Não vacilei ou me afastei; eu conhecia seu toque, conhecia o cheiro de sua pele, o padrão de sua respiração – eu conhecia tudo de cor.

Durante essas semanas na ilha, Emily passa por diversas situações e experimenta emoções que tanto sonhou viver um dia.


Este é um daqueles livros que nós lemos sem sentir o tempo passar. Sua leitura é leve, doce, romântica e recheada de mistérios. Tive uma certa dificuldade em resenhá-lo, pois gostaria de transmitir a vocês as mesmas sensações que recebi durante a leitura. No entanto, percebi que isso só é possível lendo então, por favor, leiam este maravilhoso livro.

Deixo-lhe um pensamento, um pensamento sobre o amor que me levou a passar por muitos fracassos: o grande amor perdura ao tempo, à mágoa e a distância. E mesmo quando tudo parece perdido, o verdadeiro amor vive.

O livro tem quotes inspiradores e, em nenhum momento me vi entediada. Muito pelo contrário, a escrita da autora me surpreendeu e a narrativa foi tão bem criada que eu queria que o livro não acabasse nunca, só para eu ter o prazer de continuar desfrutando dos encantos e mistérios da Bainbridge Island.

Já ouviram aquela frase em que diz: Às vezes você pega o livro, mas outras é ele que te pega? Foi isso que aconteceu comigo ao ler este livro. Eu esperava uma leitura agradável, mas me deparei com mais do que um belo romance. O livro é inspirador e nos oferece várias lições de vida.

Ao final da leitura, eu aprendi algo muito importante: não deixemos que nosso orgulho seja mais forte que o amor existente em nosso coração, pois a vida é muito curta para se desperdiçar momentos únicos com pessoas que amamos.

Pensei muito sobre a possibilidade de escrever para você, e minha conclusão é esta: a vida é muito curta para se preocupar com as consequências quando se ama alguém como eu a amo. Por isso, escrevo-lhe essa carta como um soldado faria, sem medo, sem dúvida e sem saber se ela pode ser a minha última.

Adorei conhecer a escrita da Sarah Jio e acompanhar o lindo romance criado. A diagramação do livro é boa, as folhas são amarelas e com flores na borda o que deixa a leitura ainda mais cativante. Gostei da capa, mas tenho que confessar que prefiro a capa original. 

E vocês, já leram? 
Deixe um comentário e me diga sua opinião!!

  


Postado por: 

13 comentários:

  1. Oi Bárbara o/
    Passando aqui para dizer que gostei do lay, ficou bem fofinho!
    E sinceramente, antes de ler sua resenha eu não dava nada para esse livro, mas agora se tiver a oportunidade, gostaria de lê-lo, parece bem interessante. Eu só não entendi direito, o que o mistério envolve? Os antepassados dela?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Re!
      Que bom que você gostou do layout!!
      O livro é maravilhoso e super indico!
      Então, o mistério envolve uma história contida num diário que a protagonista do livro encontra por acaso. Aos poucos, ela percebe que essa história pode ser não apenas real, como a revelação de um mistério do passado. Não posso contar mais, pois poderá ser spoiler rs.
      Espero que você leia para eu saber sua opinião depois :)
      Beijos

      Excluir
  2. Bárbara, também quis, na minha resenha, expressar o que o livro me transmitiu, mas foi impossível. Essa leitura é leve mas complexa, bonita mas pode ser triste... É um turbilhão de coisas ao mesmo tempo, e com certeza é inspiradora. O final também alcançou as minhas expectativas. É um livro lindo, sem mais. Hehe!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo exatamente com você Gabi!
      O livro nos provoca uma mistura de emoções e com certeza entrou para meus favoritos do ano!!
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, Bárbara. Já vi esse livro para vender, mas nunca em resenha aqui nos blogs. Eu li algo parecido com esse, "A Linguagem das Flores". É parecido porque mostra um pouco de romance, amor, indecisões entre outras questões.

    =D
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!
      Eu não sabia que A Linguagem das Flores também é nesse estilo, então obrigada pela dica!!
      Beijos

      Excluir
  4. Não conhecia esse livro,mas parece ser uma leitura bem leve.
    Gosto de romances assim.
    Adorei a resenha.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou Eliana!
      É sim uma leitura leve e cativante :)
      Beijos

      Excluir
  5. Ainda não conhecia esse livro, mas ele parece ser bem interessante, assim que der eu vou lê-lo.
    Gostei da resenha =)
    Beijos

    http://dicasdelady.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa!
      Que bom que você gostou, leia sim, pois a leitura é maravilhosa!!
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Barbara, tudo bem?

    Desculpa só ter vindo aqui agora, andei meio enrolada com as coisas lá no blog =) Parabéns pelo seu lindo trabalho aqui. Violetas de Março é mesmo uma delicia. Amei esse livro. Li em março, então deu um quê ainda maior a história. Apaixonei. Parabéns pela resenha

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Barbara,

    não sei se o meu comentário foi, então lá vou eu de novo. Desculpe ter demorado tanto para retribuir a sua visita. Andei meio enrolada com as coisas lá do blog. Fico feliz da Aline ter indicado o meu blog para você. Espero que tenha gostado.

    Li Violetas de Março em março, então isso deu um ar ainda mais especial a leitura. Esse livro é muito doce, como vc mesma falou. Adorei a resenha e já estou te seguindo por aqui

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amiga que resenha linda e bem estruturada e principalmente sem liberar spoiler. Para mim você conseguiu sim transmitir a sensação de bem estar sentida ao ler o texto. Fiquei curiosa e adoro quando o passado do personagem o ajuda a ter um futuro melhor. Com certeza lerei ainda esse ano. Beijos e valeu pela dica!!!!

    ResponderExcluir

© Versos e Notas - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.